home do ZAP Carros | Carros Usados, Novos e Seminovos

Nova fábrica de motores da Ford estreia na Bahia

Categorias: mercado

A Ford inaugurou nesta quarta-feira (9) a fábrica de motores 1.0 de 3 cilindros e Duplo Comando Flex para produzir uma família totalmente nova de propulsores e tecnologia avançada para o segmento de veículos compactos. Construída no Complexo Industrial Ford Nordeste, em Camaçari, na Bahia, a instalação está entre as mais modernas do mundo e é equipada para operar com padrão de qualidade global e alta produtividade, conforme divulga a marca.

Novo fábrica de motores foca em propulsores para o segmento de compactos (Foto: Divulgação)

Novo fábrica de motores foca em propulsores para o segmento de compactos (Foto: Divulgação)

A sua operação conta com equipamentos de última geração e empregados qualificados. Ela absorveu parte dos investimentos de R$ 400 milhões destinados ao projeto do novo motor e gerou 300 empregos diretos.

Com capacidade instalada para 210 mil motores por ano, a fábrica segue os padrões mais avançados de sustentabilidade em todas as etapas de produção. “A fábrica pode ser definida como uma fábrica completa, porque produz o bloco e o cabeçote usinados e faz a montagem final do motor em sua linha avançada e ergonômica”, diz Milton de Oliveira Gil, gerente de operações da unidade, que afirma que essa é a mais moderna fábrica de motores do mundo.

Com cerca de 40 robôs e carregadores automáticos de peças, a linha opera com índice elevado de automação. Seus 34 centros de usinagem garantem ampla flexibilidade na produção dos componentes e são equipados com ferramentas de altíssimo desempenho. Além dessas centrais, a unidade apresenta 15 máquinas especiais para usinagem dos blocos e cabeçotes. A linha de montagem, de última geração, conta com estações projetadas para oferecer eficiência e ergonomia para os operadores.

O isolamento total da área de produção, com um sistema de pressão positiva do ar que elimina a zero o risco de contaminação dos motores na cadeia de produção, faz parte do seu sistema de qualidade. Esse sistema inclui também a rastreabilidade de 100% das estações. Com isso, é possível ter o histórico de produção de cada item do motor. O acompanhamento do processo por câmeras de alta definição, que verificam o posicionamento correto das peças na montagem do motor, faz parte da estratégia de zero defeito.

A unidade de motores de Camaçari segue os mesmos conceitos adotados em todo o Complexo Industrial Ford Nordeste quanto à preservação ambiental e sustentabilidade. Ela é a primeira no  Brasil a utilizar o processo MQL (Mínima Quantidade de Lubrificantes) em 100% dos centros de usinagem do motor. Esse novo sistema substitui os processos convencionais de usinagem, com uma substancial redução na quantidade de água e óleo lubrificante na operação e também facilita a reciclagem de seus resíduos.

A sustentabilidade é garantida também por uma moderna central de ultrafiltragem, que realiza o tratamento de 100% dos efluentes industriais. Toda a unidade fabril conta com sistema de coleta seletiva e os veículos industriais usam sistema de recarga “fast charger” e não necessitam da troca de baterias.

LEIA MAIS:

JAC J3 S e J3 Turin S ganham motor 1.5 flex e partem de R$ 39.990 e R$ 41.690

Categorias: JAC, LANÇAMENTOS, TODAS AS NOTÍCIAS

A chinesa JAC Motors apresentou nesta segunda-feira (7) os novos J3 S (hatch) e J3 Turin S (sedã), agora equipados com motor 1.5 bicombustível, de 16V, e com novos detalhes de acabamento. Os veículos, que já estão disponíveis aos consumidores brasileiros, continuam com transmissão manual de cinco velocidades. Os preços partem de R$ 39.990 e R$ 41.690, respectivamente.

(E) J3 S e J3 Turin S chegam ao mercado brasileiro com motor bicombustível, desenvolvido em solo chinês (Fotos: Divulgação)

(E) J3 S e J3 Turin S chegam ao mercado brasileiro com motor bicombustível, desenvolvido em solo chinês (Fotos: Divulgação)

Herdado do sedã médio J5, o novo trem de força (batizado pela marca de Jet Flex) dispensa o uso do tanque de gasolina para partida a frio. Ele gera potência máxima de 125 cv a gasolina e 127cv com etanol, a 6000 rpm. De torque, são 15,2 kgfm (gasolina) e 15,4 kgfm (etanol), ambos a 4.000 rpm. Segundo medição da JAC, os carros aceleram de 0 a 100 km/h em menos de 10 segundos e se aproximam de 200 km/h de velocidade máxima.

Modelo J3 com motor flex ganha identificação na traseira

Para diferenciar o J3 com motor flex, carro ganhou nova logomarca na tampa do porta-malas

Além do motor,o J3 S e o J3 Turin S ganharam costura no volante e nos bancos, e também iluminação no painel na cor vermelha, novos pedais e soleiras e rodas em liga de alumínio de 15″.

Painel de instrumentos com iluminação vermelha é uma das poucas alterações internas do carro

Painel de instrumentos com iluminação vermelha é uma das poucas alterações internas do carro

Como itens de série os carros possuem direção hidráulica, ar-condicionado, rádio com CD MP3 player e entrada USB, sensor de estacionamento, volante revestido em couro (com ajuste de altura e botões multifuncionais), porta-revistas, porta-copos, chave canivete com destravamento remoto das portas, alarme anti-furto, bancos com ajuste do apoio de cabeça, tomada de 12 volts e luz de leitura . Em termos de segurança, completam a lista os freios ABS com EBD e airbag duplo.

Bancos do J3 receberam nova costura, agora na cor vermelha

Bancos do J3 receberam nova costura, agora na cor vermelha

A previsão de Sérgio Habib, presidente da JAC Motors no Brasil, é vender 500 unidades mensais do novo J3 (hatch e sedã). As versões tradicionais do modelo (com motor 1.4 a gasolina) continuam disponíveis no mercado.

Habib aproveitou a coletiva de imprensa para anunciar que os modelos J2, J6 e o SUV T6 também devem receber motorização bicombustível, sendo que os dois primeiros devem chegar ao mercado brasileiro (na versão flex 1.4) em junho deste ano. O executivo afirmou que estes e outros automóveis serão ofertados com opção de câmbio automático num futuro próximo, mas não repassou uma data mais precisa.

Já a fábrica da JAC Motors em Camaçari (BA) poderá ser inaugurada em meados de 2015, com capacidade para produzir 100 mil veículos por ano. Segundo o presidente, o “sonho”da montadora é alcançar 3% de participação no mercado brasileiro.

LEIA TAMBÉM:

Espaçoso, JAC J6 peca pela falta de opção automática de câmbio

Avaliação: JAC J2 agrada pela eficiência do motor

Chevrolet lança edição especial do Onix Lollapalooza por R$ 41.890

Categorias: Chevrolet, LANÇAMENTOS
Chevrolet produziu 4 mil unidades da edição especial do Onix Lollapalooza (Fotos: Divulgação)

Chevrolet produziu 4 mil unidades da edição especial do Onix Lollapalooza (Fotos: Divulgação)

A Chevrolet apresentou a edição especial do Onix Lollapalooza na manhã desta sexta-feira (4). Na cola de um dos maiores festivais de música do Brasil, a montadora pretende atingir os jovens ligados ao estilo. Produzido apenas na versão 1.0, o carro chega às lojas com o valor de R$ 41.890.

A série especial traz ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, chave canivete e a tecnologia MyLink, que permite diversas opções de conectividade, como itens de série. Como opcionais, a Chevrolet disponibiliza faróis com lentes azuis, antena esportiva, rodas de alumínio de 15 polegadas, espelho retrovisor na cor prata, tapete em carpete, mini tapetes de borracha, porta-óculos e elásticos para porta-objetos.

Mas o que diferencia o Onix convencional para o Lollapalooza são os adesivos do evento localizados na lateral e na parte traseira do carro, além de detalhes no acabamento interno na cor laranja. Os consumidores podem encontrar a versão nas cores azul, branca e laranja.

Adesivos do Lollapalooza é o diferencial da série especial do Onix

Adesivos do Lollapalooza foram inseridos na série especial do Onix

Na questão do motor,quando abastecido com etanol, o Onix rende 80 cavalos, com torque de 9,8 kgfm. Com gasolina, o carro tem força de 78 cavalos, com torque máximo de 9,5 kgfm.

De acordo com a Chevrolet, serão 4 mil unidades destinadas para a série especial e colocados à venda até o mês de abril de 2014. No ano de 2013, o Onix foi o veículo mais vendido pela marca, com mais de 122 mil unidades.

Teste drive - O ZAP Carros deu uma rápida volta na pista de testes da Chevrolet, em Indaiatuba, no interior de São Paulo.

O painel foi bem produzido, com um visual simples, limpo e tem um acabamento bem trabalhado. Possui uma tela LCD com a tecnologia multimídia MyLink, além dos detalhes coloridos.

Painel da série especial tem detalhes em laranja

Painel da série especial tem detalhes em laranja

O Onix Lollapalooza tem somente algumas diferenças em relação aos outros modelos. Silencioso, o carro é confortável, mas apertado para quem anda no banco de trás. Um ponto negativo é para o ajuste do banco, o que pode causar algum desconforto para os mais exigentes, apesar de ter uma boa posição para dirigir.

Por ser um carro 1.0, a série especial até que mostra um desempenho satisfatório para trechos urbanos, mas peca nas arrancadas lentas que demonstra. Isso pode ser um problema na cidade, que exige muitas trocas e reduções de marchas.  Com o ar ligado, então, a força do carro cai consideravelmente.

Nas curvas, mostrou-se um veículo estável e seguro, além de não exibir muita trepidação em terrenos irregulares e esburacados. O câmbio, manual, tem trocas precisas e engate suave. O freio também merece destaque e, quando exigido, responde rapidamente.

onix4

Onix Lollapalooza está disponível somente com motor 1.0

LEIA TAMBÉM:

Com visual renovado, Novo Fiat Linea parte de R$ 55.850

Volkswagen apresenta a linha 2015 dos modelos Gol, Voyage e Saveiro

Com visual renovado, Novo Fiat Linea parte de R$ 55.850

Categorias: Fiat, LANÇAMENTOS, TODAS AS NOTÍCIAS

Para conquistar mais consumidores e sair da amarga 7ª posição do ranking de vendas do segmento de sedãs médios, o novo Fiat Linea 2015 ganhou novas soluções de design e está de cara nova. O carro, apresentado à imprensa especializada nesta terça-feira (2), continua equipado com motor 1.8 de 16V. A versão mais básica (Essence), manual de cinco marchas, parte de R$ 55.850, e a topo de linha (Absolute), com câmbio automatizado, custa a partir de R$ 66.450. Ambas chegam ao mercado na segunda quinzena de abril.

fiat-linea-1

Fiat Linea Absolute possui barras horizontais cromadas e rodas de 17 polegadas (Fotos: Divulgação)

Por fora, o veículo recebeu novos para-choques, grades frontais, tampa de porta-malas e desenhos laterais, além de rodas com aros de 16 e 17 polegadas (para as versões Essence e Absolute, nesta ordem). Internamente, há novas opções de acabamento para o painel e portas, além de novos tecidos e revestimentos nos bancos. Outro destaque vai para o sistema de áudio, cujo design também foi reformulado.

fiat-linea-3

Painel do Fiat Linea Absolute é inteiramente novo e chega com três opções de acabamento

O console central traz porta-objeto em formato de rede na lateral, porta-copo e objetos e tomada 12 V. Na versão Absolute ele conta também com apoia braço com porta-objeto e saída do ar-condicionado para os ocupantes do compartimento traseiro (itens opcionais na Essence).

O quadro de instrumentos passou a ter serigrafia e iluminação exclusivas e todas as versões do Linea 2015 terão iluminação branca para os comandos internos - quadro de instrumentos, comandos dos vidros elétricos, rádio, ar-condicionado.

Fiat Line é oferecido em duas versões: Essence (básica) e Absolute (topo de linha, destaque da imagem)

Fiat Line é oferecido em duas versões: Essence (básica) e Absolute (topo de linha, destaque da imagem)

Mais uma novidade do interior é o Night Design. Trata-se de uma luz guia (LED) que está presente no painel frontal e nas portas. Esse é um item de série na versão Absolute e opcional na Essence.

Conforme mencionado, o motor do Novo Linea é bicombustível 1.8 16V, que, segundo a Fiat, desenvolve 130 cv de potência máxima rodando com gasolina, e 132 cv, com etanol. O torque máximo é de 18,4 kgfm (gasolina) e 18,9 kgfm (etanol).

A expectativa da Fiat é aumentar em 30% as vendas do modelo Linea, que atualmente emplaca entre 7 a 8 mil unidades por ano. Mesmo reestilizado, seu preço não sofreu uma forte alteração. Durante a coletiva, os executivos da marca assumiram um erro de posicionamento da antiga linha no mercado (o carro custava a partir de R$ 53.110 na versão mais básica) e decidiram manter o valor mais baixo para torná-lo competitivo. Para efeito de comparação, a versão topo de linha do Linea (Absolute) custa praticamente o mesmo que a versão de entrada do novo Corolla - R$ 66.570.

Atualmente, a liderança do segmento de sedãs médios conta com Honda Civic, Toyota Corolla, Chevrolet Cruze e Volkswagen Jetta.

Detalhes das versões - O Fiat Linea Essence tem itens de série como volante em couro (com comandos para o áudio e com ajuste de altura e profundidade), sinalização de frenagem de emergência, regulagem elétrica dos faróis, air bags frontais, freios ABS, computador de bordo, faróis de neblina, banco traseiro bipartido, ar-condicionado, apoia-braço central traseiro, desembaçador do vidro traseiro, controlador automático de velocidade, vidros, travas e retrovisores elétricos, direção hidráulica, rádio CD com MP3 integrado ao painel e porta USB, dentre outros. Há ainda alguns opcionais, como sensores de estacionamento traseiro com visualizador gráfico, câmbio automatizado e outros.

Fiat Linea Essence

Câmbio automatizado é item opcional para o Fiat Linea Essence, versão mais básica do carro que sai de fábrica com transmissão manual

A versão topo da gama reúne todos os itens da Essence mais câmbio automatizado com alavanca de seleção das marchas - tipo borboleta no volante -, sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico, ar-condicionado automático digital, bancos revestidos parcialmente de couro, volante de couro com comandos do rádio e telefone com oito botões, rodas de liga leve de 17″ e tapetes com bordado. O comprador pode acrescentar sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico, dentre outros itens.

Porta malas da versão topo de linha possui capacidade para 500L

Porta malas da versão topo de linha possui capacidade para 500L

Teste drive - O ZAP Carros acelerou a versão topo de linha no novo Fiat Linea num trecho de descida de serra entre as cidades de São Paulo e Bertioga (Litoral de SP). O novo acabamento do painel chama a atenção de forma positiva e acaba sendo protagonista em relação a todos os outros quesitos. Por ser tão robusto internamente, o motorista fica com a sensação de querer algo mais, como uma tela de GPS ou um sistema multimídia sensível ao toque ou ainda, quem sabe, um teto solar.

O carro tem um bom espaço para acomodar motorista e passageiros, e todos os bancos possuem encosto para a cabeça. O condutor encontra boa posição para dirigir e faz os ajustes necessários (banco, volante) sem mistérios.

Bancos traseiros do Fiat Linea Absolute são parcialmente revestidos de couro

Bancos traseiros do Fiat Linea Absolute são parcialmente revestidos de couro

O motor cumpre seu papel e funciona bem, mas reclama um pouco em velocidades mais altas. A partir dos 120 km/h, por exemplo, é possível sentir o seu ruído com certa intensidade. Contudo, as mudanças de marcha são suaves e acertadas, e os pedais são leves e precisos.

LEIA TAMBÉM:

Toyota lança novo Corolla a partir de R$ 66.570 com câmbio manual

Chinesa Geely Motors inicia operações no Brasil com sedã EC7

Volkswagen apresenta a linha 2015 dos modelos Gol, Voyage e Saveiro

Categorias: LANÇAMENTOS, TODAS AS NOTÍCIAS, Volkswagen

A Volkswagen revelou à imprensa especializada detalhes da linha 2015 dos modelos Gol, Voyage e Saveiro, que receberam novos itens de série e inovações tecnológicas. Um dos destaques vai para o estreante motor 1.6I MSI, encontrado no Gol Rallye (versão aventureira do carro) e na Saveiro Cross.

Design externo do Voyage Evidence, novidade da linha 2015 da Volkswagen (Fotos: Divulgação)

Design externo do Voyage Evidence, novidade da linha 2015 da Volkswagen (Fotos: Divulgação)

Com tecnologia total flex, o trem de força tem potência máxima é 120 cv a 5.700 rpm e torque de 16,8 kgfm a 4.00 rpm (com etanol) e de 110 cv à mesma rotação e torque de 15,8 kgfm a 4.000 rpm (com gasolina).

Além do novo motor, o Gol Rallye 2015 também passa a contar com uma versão automatizada de câmbio, já oferecida no Voyage Highline (antiga versão topo de linha). De acordo com a montadora, essa transmissão recebeu uma tecnologia que proporciona trocas de marchas suaves e precisas.

Interior do Gol Rallye na versão automatizada

Interior do Gol Rallye na versão automatizada

O Voyage, por sua vez, tem uma nova versão topo, chamada de Evidence. Além do motor 1.6l MSI, mudanças mais notáveis foram percebidas no design do modelo, que ganhou rodas de liga leve de 16 polegadas, adesivo preto na coluna B e logotipo alusivo à configuração no para-lamas traseiro.

Já a Saveiro chega com a pretensão de ser a picape compacta com mais recursos de segurança disponível no mercado, segundo a montadora. Isso porque todas as versões do carro vêm equipadas com controle eletrônico de estabilidade e de tração, além de freios ABS com função off-road- que otimizam o desempenho da frenagem em estradas não pavimentadas.

Saveiro Cross 2015 chega com o novo motor 1.6I MSI

Saveiro Cross 2015 chega com o novo motor 1.6I MSI

Os veículos da linha 2015 também receberam novas nomenclaturas para diferenciar suas versões: Trendline (entrada do Gol e do Voyage e intermediária da Saveiro), Startline (entrada da picape), Comfortline (intermediária do Gol e do Voyage), Highline (topo de linha do Gol e do Voyage) e a mencionada Evidence (topo de linha exclusiva do Voyage). Há ainda as versões Cross (topo de linha daSaveiro) e Rallye (versão aventureira do Gol), que completam a lista de lançamentos por conta do novo motor.

A Volkswagen ainda não definiu os preços dos veículos.

LEIA TAMBÉM

VW Gol Seleção mostra bom desempenho apesar do alto valor

Volkswagen up! parte de R$ 26.900




Copyright © 2014 ZAP.
Todos os direitos reservados. v2.0