home do ZAP Carros | Carros Usados, Novos e Seminovos

307 ganha motor 2.0 Flex e sedã estréia nova traseira

Categorias: LANÇAMENTOS

A tão polêmica traseira do Peugeot 307 sedã, enfim, ganhou um “tapa”. Lanternas com nova lente, logotipo em nova posição e barra cromada da placa com o nome da marca são as mudanças. Além disso, as versões com motor 2.0 litro dos modelos sedã e hatch passam a ser flex. As novidades estarão presentes nas versões Feline e Griffe, que de acordo com uma concessionária da marca custarão a partir de R$ 61 mil, no modelo intermediário, e R$ 73 mil no topo de linha. As vendas, ainda de acordo com a rede de revendedores, começam em julho. O 307 SW, importando da França, continua com a motorização à gasolina

Segundo a Peugeot, o rendimento do propulsor com álcool sobe para 151 cv a 6.000 rpm e 22 kgfm de torque, ante 143 cv e 20 kgfm com gasolina. O aumento da potência se deu por conta da elevação na taxa de compressão do motor. O bloco também ganhou revestimento especial resistente à corrosão causada pelo combustível vegetal.

Bombardier lança triciclo no Brasil

Categorias: LANÇAMENTOS

Uma moto que parece um carro ou um carro que parece uma moto? “É um pouco dos dois”, revela Fernando Ornelas, diretor comercial da Bombardier Recreational Products (BRP) Brasil, que apresentou ontem (19) a noite no centro de São Paulo o Can-Am Spyder Roadster. O veículo, um triciclo infestado de tecnologia de última geração, começa a ser vendido este mês no Brasil a partir de R$ 73.700.

Homologado no país como uma motocicleta, o “Spyder”, como é chamado pelos canadenses da Bombardier, foi lançado nos Estados Unidos em outubro do ano passado. Por lá o triciclo é muito disputado, tendo uma fila de espera de até seis meses. No Brasil, a Casarini - concessionária oficial da BRP no Brasil - trouxe um lote inicial de 100 unidades, das quais praticamente todas já estão vendidas.

O Spyder inaugura um novo conceito de veículo motorizado, mesclando características de uma moto, como agilidade, com os atributos de um automóvel, como a segurança. O motor V2 de 998 cilindradas, desenvolvido pela austríaca Rotax, garante 106 cv a 8.500 rpm e 10,6 kgfm de torque a 6.250 giros. A transmissão manual de cinco marchas (mais a ré) é acionada como a de uma motocicleta convencional, com o pé esquerdo, que por sua vez envia a força para a roda traseira.

O chassi em forma de “Y” proporciona muita estabilidade, segundo os executivos da BRP. Denisio Casarini, proprietário da revenda oficial no País, é enfático ao descrever o desempenho do Spyder. “É muito estável, 200 km/h é muito pouco nesse brinquedo. Ele transmite a segurança necessária para ir além disso”, revela. A carenagem mistura elementos de alumínio com plástico de alta resistência nas cores prata e amarelo. Futuramente, a marca planeja também trazer a opção vemelha.

Um dos grandes atributos do Can-Am Spyder é o sistema VSS (Vehicle Stability System), que consiste em seis sensores que analisam as condições de rodagem do veículo 25 vezes por segundo, enviando os dados para os sistemas de controle eletrônico de tração e estabilidade, que atuam quando necessário. Além disso, o triciclo conta também com freios ABS com EBD (distribuição de frenagem).

Carro europeu ”lê” placas de limite de velocidade

Categorias: ACESSÓRIOS E EQUIPAMENTOS
O carro Insignia vai substituir o Vectra na Europa

 

O carro Insignia, da Opel, uma marca da General Motors, é o primeiro veículo capaz de reconhecer as placas de trânsito nas estradas. O sistema desenvolvido pela empresa Hella utiliza uma câmera que detecta as faixas que separam as pistas, alertando o motorista para mudanças de faixas involuntárias, e ainda “lê” as placas de trânsito de limites de velocidade, detector de altura e de proibido ultrapassar.

Veja como funciona o sistema

Sistema detecta se motorista sai da faixa (à esquerda) e reconhece as placas com limite de velocidade, exibindo o valor no painel (à direita)

 

Localizada atrás do pára-brisas, junto do espelho retrovisor, a câmara detecta os sinais de trânsito e as marcas na faixa de trânsito na pista. Pouco maior do que um telefone celular, esta câmara tem capacidade para captar 30 imagens por segundo. Dois processadores de sinais, com a ajuda de software criado pela GM, filtram e lêem os fotogramas. Em seguida, o valor do limite de velocidade é exibido no painel do veículo. De acordo com o fabricante, a câmera também alerta para sinais de ultrapassagem proibida. Se o motorista sair da pista, um sinal sonoro vai alertá-lo do perigo.

O Insginia será apresentado no Salão do Automóvel de Londres, em julho e começará a ser vendido na Europa a partir de outubro. No entanto, o sistema que lê as placas só estará disponível a partir de março de 2009. A BMW promete antes disso lançar um carro com um sistema semelhante.

Os modelos Mercedes-Benz Classe S e o Lexus LS460, por sua vez, oferecem câmara frontal e sistemas de visão noturna, mas nenhum sinal de reconhecimento tem capacidade de tráfego.

 

Saiba como economizar combustível

Categorias: Cuide de seu carro
Forma como o motorista dirige pode aumentar o gasto de combustível

Se o seu carro está gastando álcool ou gasolina além do que deveria, o problema pode estar no veículo, no combustível, ou em você, condutor. Isso porque, o consumo é influenciado em grande parte pela forma como o motorista conduz o veículo.

Acelerações bruscas, trocas erradas de marcha, janelas abertas, pneus murchos e ar-condicionado ligado são alguns dos descuidos que doem no bolso do consumidor após alguns quilômetros rodados.

Troque as marchas na hora certa e respeite a faixa de rotação indicada no painel

Carregar mais peso do que a capacidade do carro é mais um desses erros. Segundo a BR, distribuidora da Petrobras, cada 50 Kg a mais equivalem a 1% de aumento no consumo. Além do gasto desnecessário, o peso em excesso também causa desgaste da suspensão, dos freios e dos pneus.

Já para os que gostam de pisar no acelerador, uma má notícia. O excesso de velocidade também aumenta o consumo. De acordo com testes do Centro de Pesquisa da Petrobras, carros que andam a 100 Km/h gastam 20% a mais do que aqueles que não passam dos 80Km/h.

Motorista deve desligar o motor do carro se ficar parado por mais de dois minutos em congestionamentos

?Quando um cliente nos procura reclamando do gasto de combustível, além da revisão e do teste de proveta para verificar se a gasolina está adulterada, perguntamos em quais condições o carro está sendo utilizado?, diz Wanderlei de Jesus Mota, gerente de pós-vendas da Viamar.

Dicas
Andar a pé ou usar uma bicicleta, além de ecologicamente correto, ajuda a economizar, mas como isso nem sempre é possível, o G1 reuniu algumas dicas para ajudar o motorista a identificar alguns dos erros que comete ao volante. Confira:

1) Evite acelerar ou frear bruscamente. Além de aumentar o consumo, atitudes como estas causam o desgaste prematuro do veículo;

2) Quando atingir a velocidade desejada, alivie aos poucos o acelerador;

3) Sempre que possível dirija com as janelas fechadas para diminuir a resistência do ar;

4) Evite andar com o ar-condicionado ligado em dias frios;

5) Leve o carro à revisão para verificar filtros de ar e de combustível. Motor desregulado pode consumir até 60% mais combustível;

6) Evite carregar mais peso do que a capacidade do carro;

7) Troque as marchas na hora certa. Isso evita com que o motor ande em alta rotação. A maioria dos carros vem com conta-giros no painel, exceção feita aos modelos populares. Leia o manual e respeite a faixa de rotação indicada;

8) Desligue o carro se estiver por mais de dois minutos parado em congestionamentos;

9) Pé no breque. Testes feitos com veículos mostram que velocidades moderadas são mais econômicas;

10) Use uma planilha para anotar a quantidade de combustível abastecida e a quilometragem percorrida;

11) Abasteça no mesmo posto e peça que o frentista faça o teste de proveta para saber se o combustível é adulterado;

12) Não leve peso desnecessário não porta-malas, pois isso exigirá mais esforço do motor;

13) Não encha o tanque de combustível até a boca. Nos carros atuais, parte dele acaba se perdendo pelo bocal ou pela válvula de alívio;

14) Não deixe o tanque ficar sempre na reserva. Resíduos do fundo podem entupir os bicos injetores;

15) Calibre os pneus a cada 15 dias e mantenha a direção alinhada.

Pneus devem ser calibrados a cada 15 dias e direção precisa estar alinhada

Operação Lei Seca terá 700 policiais em estradas

Categorias: TODAS AS NOTÍCIAS

A Polícia Rodoviária Federal  (PRF) realiza, entre sábado (28) e domingo (29), a primeira operação nacional de fiscalização das estradas federais em busca de infratores da nova lei seca , que impõe medidas mais duras para quem consumir álcool e dirigir. Cerca de 700 homens do Núcleo de Operações Especiais da PRF serão destacados. Segundo a PRF, será a primeira vez que a nova lei será aplicada em larga escala desde que entrou em vigor, em 20 de junho.

 A lei 11.705 prevê que o motorista flagrado com 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou 0,3 miligrama de álcool por litro de ar expelido no bafômetro (equivalente a uma lata de cerveja) estará sujeito a pena de seis meses a três anos de prisão, com direito a fiança.

?A operação servirá para mostrar à população que a nova legislação está realmente em vigor e que estamos atentos a ela?, disse o inspetor Alexandre Castilho, do Comando da PRF, em Brasília. Além de unidades de fiscalização itinerantes ao longo dos 61 mil quilômetros de rodovias federais, serão montadas barreiras, concentradas principalmente nas rodovias federais próximas aos grandes núcleos urbanos.

Locais escolhidos
Os locais foram escolhidos especificamente devido à liberação da venda de bebidas alcoólicas em estabelecimentos que ficam às margens das rodovias federais próximos ao perímetro urbano. Desde a aprovação da medida provisória 415, em 1º de fevereiro, a venda de álcool está proibida em estabelecimentos junto às rodovias federais somente em áreas rurais.

Para a operação, serão destacados oficiais do Núcleo de Operações Especiais (NOE) da PRF - núcleo de elite da corporação, escolhido especialmente para conter possíveis ?manifestações destemperadas? por parte de motoristas que não estiverem a par da legislação. ?Nesta operação, faremos abordagem de até dez motoristas ao mesmo tempo?, disse Castilho.

Pela nova lei, com 2 decigramas de álcool por litro de sangue ou 0,1 miligrama por litro de ar, o motorista flagrado já recebe multa de R$ 955, perde a carteira de habilitação  e tem seu veículo apreendido. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

 




Copyright © 2014 ZAP.
Todos os direitos reservados. v2.0