home do ZAP Carros | Carros Usados, Novos e Seminovos

Maresia pode afetar a lataria e a mecânica do seu carro

Categorias: Cuide de seu carro, TODAS AS NOTÍCIAS

Enfrentar o tráfego pode parecer um desafio nesta época do ano, mas muitos se aventuram em troca de uns dias na praia para relaxar. De acordo com a Ecovias, 519 mil carros desceram a Anchietas/Imigrantes para passar o Réveillon no litoral sul neste final de ano. Em um fim de semana comum de verão, este número cai para uma média de 100 a 160 mil, o que ainda é um volume muito alto se comparado ao inverno (cerca de 70 a 100 mil carros por fim de semana). A praia pode fazer muito bem para o seu estado de espírito, no entanto a maresia pode causar um mal enorme ao seu veículo, caso não haja os cuidados necessários.

É fundamental lavar o carro após expô-lo à maresia (Foto: Olívia Caires)

É fundamental lavar o carro após expô-lo à maresia (Foto: Olívia Caires)

Segundo Paulo Sergio do Nascimento Ferreira, dono da Pontual Reparação Automotiva, em Santos (SP), a água salgada do mar pode danificar a lataria do veículo. “Uma única vez que o motorista dirija na areia da praia já é suficiente para enferrujar algumas partes do carro”, garante Ferreira. A parte inferior do automóvel pode ser prejudicada sem que o proprietário perceba. “A maresia corrói a suspensão, o estabilizador e todas as partes que têm ferro. Além disso, faz com que o escapamento apodreça e também provoca danos ao amortecedor do carro”, alerta ele.

Parece não ser uma boa ideia passear com o automóvel na areia da praia. Mas, ainda que o motorista trafegue pela via normal, o carro pode ser prejudicado. Além da aparência enferrujada, os danos que a maresia pode causar ao veículo podem colocar o proprietário e outros motoristas em risco. Em casos extremos, de acordo com Ferreira, as longarinas dianteiras, que compõem a sustentação do câmbio e motor, podem apodrecer. O especialista garante que, geralmente, isso acontece em carros mais antigos. Caso isso aconteça, ao passar por um buraco ou lombada, o motor pode ceder e travar. O pneu pode também estourar devido ao travamento da roda, já que esta fica impossibilitada de agir normalmente.

Acidentes como esses podem ser evitados e o enferrujamento da lataria do carro ao passar pela praia também. De acordo com Ferreira, os automóveis novos têm uma proteção especial. “Os veículos fabricados de dez anos para cá possuem um emborrachamento na parte inferior, região que está mais propícia à corrosão causada pela maresia.”

Mesmo que seja novo, é essencial que se lave o carro assim que voltar da praia para remover o sal. Para quem mora no litoral, é importante que o proprietário lave o automóvel pelo menos uma vez por semana, de acordo com Ferreira. “Se o motorista puder encerar o veículo mensalmente, evita que haja danos causados pela maresia na lataria. A cera penetra diretamente na pintura, criando uma película protetora que previne o enferrujamento. Ele pode fazer isso em casa, usando algodão e se certificando que o automóvel esteja em lugar coberto e fresco”, orienta.

Para quem quer proteção a longo prazo, o ideal é fazer polimento e cristalização anualmente. O trabalho custa em média R$250 por carro popular e tem duração de até um ano. Fazendo a cristalização, o motorista só precisa lavar o veículo com água e assim conseguirá mantê-lo limpo. Portanto, ir com o carro brilhando para o litoral pode salvá-lo de alguns danos.

LEIA MAIS:

Muita sujeira estraga as peças do veículo

Veja dicas para não comprar um carro de enchente




Copyright © 2014 ZAP.
Todos os direitos reservados. v2.0