home do ZAP Carros | Carros Usados, Novos e Seminovos

Ford apresenta o primeiro New Fiesta brasileiro

Categorias: Ford, LANÇAMENTOS, TESTES E AVALIAÇÕES, TODAS AS NOTÍCIAS

Após desfilar pelas ruas sem disfarce, o Ford New Fiesta produzido no Brasil é apresentado oficialmente nesta segunda-feira (25). O ZAP Carros já havia flagrado o modelo enquanto era testado em fevereiro , mas, nesta manhã, a fábrica da marca em São Bernardo abriu as portas aos jornalistas especializados e convidados para marcar a produção da primeira unidade do compacto aqui.

Ford New Fiesta deve chegar às concessionárias em maio (Foto: Olivia Caires/ZAP Carros)

Ford New Fiesta deve chegar às concessionárias em maio (Foto: Olivia Caires/ZAP Carros)

O New Fiesta é o primeiro hatch global da marca a ser produzido no País e, para a sua produção, a montadora investiu R$ 800 milhões. A Ford ainda não divulgou os preços do modelo, mas afirma que ele veio para brigar com o Chevrolet Onix e Hyundai HB20. O compacto utiliza a mesma plataforma do EcoSport e deve chegar às concessionárias brasileiras a partir de maio.

Versão Titanium será equipada com transmissão PowerShift, ou seja, câmbio automático sequencial de seis velocidades e dupla embreagem (Foto: Divulgação)

Versão Titanium será equipada com transmissão PowerShift, ou seja, câmbio automático sequencial de seis velocidades e dupla embreagem (Foto: Divulgação)

A configuração apresentada à imprensa é a topo de linha, ou seja, a versão Titanium. Ela é equipada com motor flex 1.6 Sigma TiVCT com duplo comando de válvulas, fabricado em Taubaté, em São Paulo. A transmissão desta opção é automática de dupla embreagem. Este modelo conta com a tecnologia multimídia SYNC, que tem display em LCD, sistema de som, entrada USB e conexão com o celular.

A versão que será a mais cara da linha New Fiesta irá oferecer sete airbags (inclusive um para o joelho do motorista), controle de tração, assistente de partida em rampa, direção hidráulica e suspensão calibrada para rodagem no Brasil. A marca afirma que o hatch recebeu a classificação A, que é a nota máxima, nos testes de economia e eficiência energética do INMETRO/CONPET.

New Fiesta é o segundo carro global produzido pela Ford no Brasil. O primeiro foi o Ecosport, que começou a ser fabricado aqui no ano passado

New Fiesta é o segundo carro global produzido pela Ford no Brasil. O primeiro foi o EcoSport, que começou a ser fabricado aqui no ano passado

LEIA MAIS:

Hyundai HB20 chega por R$ 31.995 e mira VW Gol e Fiat Palio

Avaliação: Hyundai HB20 1.6 encanta pelo desempenho e design

Avaliação: Chevrolet Onix 1.4 é o novo sucesso da marca

Com mesma plataforma do Citroën C3, Peugeot 208 começa a ser produzido no Brasil

Categorias: TODAS AS NOTÍCIAS, mercado

O Ford New Fiesta e o Fiat Punto podem começar a se preocupar, pois a chegada do Peugeot 208 ao mercado brasileiro está cada vez mais próxima para acirrar a concorrência. O modelo francês, que foi exibido no Salão do Automóvel de São Paulo, começa a ser produzido nesta quarta-feira (30), na fábrica da montadora em Porto Real (RJ).

Fique por dentro de outras novidades! Acesse a nossa página no facebook: https://www.facebook.com/zapcarros

Peugeot 208 começou a ser produzido na fábrica de Porto Real (RJ); deve chegar às lojas em abril (Fotos: Divulgação)

Peugeot 208 começou a ser produzido na fábrica de Porto Real (RJ); deve chegar às lojas em abril (Fotos: Divulgação)

Utilizando a mesma plataforma do Citroën C3, o 208 chegará às concessionárias brasileiras na primeira quinzena de abril. A montadora garante que o 207 continuará sendo produzido, ou seja, o novo hatch não virá para substituir o irmão mais novo.

208 vai enfrentar Fiat Punto

208 vai enfrentar Fiat Punto e Ford New fiesta

“A subida de gama consiste em propôr aos clientes um produto com design marcante e grande desenvolvimento tecnológico”, afirma Phillippe Varin, presidente mundial da PSA Peugeot Citroën. Segundo o executivo, o Brasil é mercado essencial para o grupo, que pretende atingir o objetivo de ter 50% das vendas mundiais fora da Europa em 2015. O 208 produzido no Brasil atenderá o mercado nacional e também será destinado à exportação.

Peugeot 208 não vem para substituir com o irmão 207, de acordo com a Peugeot eles vão conviver juntos

Peugeot 208 não vem para substituir o irmão 207. De acordo com a Peugeot, eles vão conviver juntos

De acordo com Carlos Gomes, presidente da PSA Peugeot Citroën no Brasil e América Latina, o investimento na fabricação do 208 no complexo industrial de Porto Real foi de R$ 800 milhões. Durante o evento que marcou o início de produção em série do novo modelo compacto, a marca garantiu que aumentará sua capacidade no local. Enquanto antes fabricava 150 mil veículos por ano, em três turnos, a promessa é de que alcance as 220 mil unidades por este mesmo período. Segundo Gomes, mais de um milhão de automóveis já foram produzidos nesta fábrica em seus 12 anos de atividade.

A Peugeot ainda não revelou quantas versões e qual o preço do 208 - os executivos prometeram segurar a informação até o lançamento oficial, que será realizado em março. A montadora revelou, no entanto, que o 2008 será produzido no mesmo Centro de Produção de Porto Real.

O carro - Embora a Peugeot ainda não tenha disponibilizado o 208 para avaliação nas ruas, já que o carro começou a ser produzido hoje, o ZAP Carros pode conferir o design do compacto produzido como pré-série. Sua nova assinatura dos faróis em LED deixou o visual muito interessante, com estilo que combina elegância e jovialidade. As lanternas traseiras lembram as garras de um leão, símbolo da marca, mas também reproduzem um formato de bumerangue. Repetidores no espelho retrovisor e grades de parachoque cromadas também favorecem o design.

Linha Citroën DS - A Citroën, empresa do grupo PSA Peugeot Citroën, também prestigiou o evento. De acordo com o diretor geral da marca Francesco Abbruzzesi, a linha DS vai ganhar novo integrante em breve. O executivo garantiu que o DS4 será lançado em março deste ano para integrar a família. O modelo será equipado apenas com transmissão automática, enquanto seu irmão DS3 oferece somente a opção de câmbio manual.

* Viagem feita a convite da Peugeot

LEIA MAIS:

Peugeot lança versão especial do 208, por R$ 54.990

Salão de SP: Peugeot 208 e 308 turbo são atrações da marca francesa

Salão de Detroit: Ford confirma que New Fiesta começa a ser feito no Brasil em abril

Categorias: Salão de Detroit 2013, TODAS AS NOTÍCIAS

A Ford afirmou para a imprensa brasileira no Salão de Detroit a decisão de produzir o modelo global New Fiesta na sua fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, a partir de abril. A fabricante informou que o modelo local será da versão hatch, de quatro portas.

Fique por dentro de outras novidades! Acesse a nossa página no facebook: https://www.facebook.com/zapcarros

Repaginado, o modelo começa a ser feito no Brasil. Antes ele vinha do México (Foto: Divulgação)

Repaginado, o modelo começa a ser feito no Brasil. Antes ele vinha do México (Foto: Divulgação)

O New Fiesta Hatch traz novo visual no exterior e interior e vai oferecer novos equipamentos, de acordo com a fabricante. O New Fiesta, agora produzido no Brasil, faz parte da oferta global da Ford no mercado brasileiro, ao lado do Novo EcoSport, Nova Ranger e Novo Fusion.

LEIA MAIS:

Ford anuncia recall do New Fiesta

Categorias: TODAS AS NOTÍCIAS, recall

A Ford fará um recall de cerca de 262 mil compactos New Fiesta nos Estados Unidos, Canadá, México e América do Sul, para corrigir um possível defeito no airbag lateral do banco do passageiro dianteiro, do tipo cortina. Segundo a montadora, em caso de colisão, os airbags laterais do tipo cortina podem não entrar em ação, caso o banco dianteiro do passageiro esteja vazio.

Equipamento que causou o recall é item opcional no modelo vendido no Brasil (Foto: Divulgação)

Equipamento que causou o recall é item opcional no modelo vendido no Brasil (Foto: Divulgação)

Os proprietários dos modelos produzidos no México, entre 3 de novembro de 2009 e 21 de setembro de 2012, receberão cartas da companhia informando o problema e os procedimentos para atender o recall.

As concessionárias irão reprogramar o software do sistema de segurança para assegurar o funcionamento da abertura do airbag, independentemente da presença, ou não, de uma pessoa ocupando o banco dianteiro.

O recall envolve unidades vendidas no mercado brasileiro, onde New Fiesta oferece o equipamento como opcional, em um kit que inclui sete bolsas de ar.

LEIA MAIS:

Ford New Fiesta Sedan tem forte personalidade

Veja como vai ficar o novo Fiesta brasileiro

Após tanta espera, novo Ford EcoSport será vendido em setembro, a partir de R$ 53.490

Categorias: Ford, LANÇAMENTOS, TESTES E AVALIAÇÕES
Ford Ecosport tem a mesma plataforma do New Fiesta e duas opções de motores: 1.6 e 2.0 (Fotos: Divulgação)

Ford EcoSport tem a mesma plataforma do New Fiesta e duas opções de motores: 1.6 e 2.0 (Fotos: Divulgação)

Quem já ocupou o primeiro lugar não se acostuma fácil com o segundo degrau do pódio. Foi o que aconteceu com o Ford EcoSport, que fechou 2011 liderando a primeira posição entre os SUVs mais vendidos do Brasil e teve que assistir seu rival Renault Duster (lançado em outubro do ano passado) ganhar mercado, conquistando o título de mais comercializado da categoria no primeiro semestre de 2012, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição dos Veículos Automotores). A montadora americana deixou clara a sua preocupação e, desde o início do ano, organizou diversos eventos para mostrar um pouco do carro, muito antes de ele ser lançado oficialmente, como uma maneira de tentar convencer o consumidor de que valeria a pena esperar pela novidade. E eis que acaba a mistério. A marca apresentou neste final de semana (04 e 05) a segunda geração do jipinho e anunciou o começo das vendas para setembro.

De acordo com a Ford, Ecosport vai concorrer com duster, VW Cross Fox, Fiat Palio Adventure, Honda Fit

De acordo com a Ford, EcoSport vai concorrer com Renault Duster, VW Cross Fox, Fiat Palio Adventure, Honda Fit

A plataforma é a mesma do New Fiesta, assim como o motor Sigma 1.6 Flex, que agora também está disponível na versão de entrada do SUV, que parte de R$ 53.490. A outra opção de propulsor é o Duratec 2.0, que também pode ser abastecido com álcool ou gasolina e tem preço inicial de R$ 62.490.

SUV manteve o estepe na tampa do porta-malas

SUV manteve o estepe na tampa do porta-malas

São quatro versões de acabamento: S, SE, Freestyle e Titanium, todas com câmbio manual de cinco marchas. A montadora promete apresentar em outubro, no Salão Internacional de São Paulo, na capital paulista, o modelo com transmissão automática. Já a chegada do SUV 4×4 está prevista somente para o final do ano.

A competição com o Duster, em termos de preço, deixa o SUV da Renault em vantagem, já que a versão de entrada do modelo francês custa R$ 48.170 (R$ 5.320 a menos do que o EcoSport). Porém, em relação à potência, os dois carros conversam de igual para igual: 115 cavalos na configuração 1.6. Já com o motor 2.0, o EcoSport ganha por 5 cv a mais em relação ao concorrente e traz 147 cv. Com esta motorização, o jipinho desenvolve torque de 19,68 kgfm, enquanto o 1.6 gera 15,90 kgfm.

Retrovisor está preso na porta do carro

Retrovisor está preso na porta do carro

Se o EcoSport perde para o Duster em preço, ele ganha em estilo e segurança. O carro de entrada da Ford traz air bag duplo e freios ABS, além dos itens que o rival também traz, como ar condicionado, trava e vidros dianteiros elétricos. A marca não divulga qual é sua expectativa de venda para o modelo, mas estima que a Freestyle deverá ser a mais vendida. Esta configuração vem, além dos equipamentos citados acima, com rodas de liga leve de 16 polegadas, faróis de neblina, sensor de estacionamento, assistente de partida em rampa e controle eletrônico de estabilidade e tração, por R$ 59.990. Para acrescentar banco de couro e air bags laterais e de cortina nesta configuração o consumidor terá que pagar R$ 3.700 a mais.

Segundo a fabricante, preço das revisões ficará 7,5% mais barata do que a geração anterior

Segundo a fabricante, preço das revisões ficará 7,5% mais barata do que a geração anterior

Dirigindo o EcoSport - A reportagem do ZAP Carros pôde avaliar tanto o modelo 1.6 quanto o 2.0, nas versões Freestyle e Titanium, respectivamente, e ambas agradaram. Apesar da caixa de transmissão estar um pouco dura na unidade 2.0 que foi testada, o motor respondeu bem aos comandos do motorista, assim como na configuração 1.6.

Sim, a versão 2.0 oferece melhores retomadas, mas o 1.6 também respondeu muito bem ao acelerador. A configuração com menor motor, de acordo com a Ford, gera 80% do torque a 2.200 rpm, ou seja, ele entrega muita força em baixas rotações. Além disso, ele é mais econômico, o que justifica a escolha pelo modelo 1.6. A montadora divulgou somente o consumo do EcoSport 1.6, que em trecho urbano é de 7,0 km/l (abastecido a álcool) e 12,4 km/l (a gasolina). Já na estrada, a promessa é de que ele faça 8,4 km/l (álcool) e 12,2 km/l (gasolina).

O interior do SUV faz par com o design exterior. As linhas do painel são bem marcadas, mas a montadora ainda tem muito o que melhorar em relação ao acabamento. Foi possível encontrar rebarbas nos dois carros testados e o teto de ambas se mostrou bastante frágil ao toque. O compartimento para guardar óculos também passou a impressão de que estava mal encaixado, o que também pôde ser verificado em outros detalhes de finalização da porta. No entanto, o material utilizado no painel é de boa qualidade e o ar-condicionado, apesar de um pouco barulhento, funciona muito bem.

Maçaneta do porta-malas está integrada na lanterna traseira

Maçaneta do porta-malas está integrada na lanterna traseira direita

Quanto à direção, só há elogios. O motorista encontra uma posição adequada facilmente com a ajuda do ajuste manual de altura do banco e volante. A direção elétrica, presente em todas as versões do EcoSport, é uma grande vantagem em relação ao Duster. A manobra fica muito mais fácil e ela oferece muito mais prazer ao dirigir.

Versão topo de linha, a Titanium, tem sistema key less, que permite acesso ao carro e partida sem chave

Versão topo de linha, a Titanium, tem sistema key less, que permite acesso ao carro e partida sem chave

As versões testadas trazem controle eletrônico de estabilidade e de tração, o que aumenta a sensação de segurança em curvas e em alta velocidade. Nenhuma das configurações apresentou rolagem na carroceria em todo o trecho percorrido (cerca de 200 km).

O novo EcoSport é um pouco maior do que a geração anterior em altura (1,69 metros) e entre-eixos (2,52 m), o que confere mais conforto aos passageiros. O comprimento (4,24 m) e a largura (2,05 m) não receberam grandes alterações. Os assentos permitem que todos fiquem à vontade dentro do carro, tanto quem senta na frente quanto atrás. Todos os equipamentos necessários ao motorista estão à mão e o computador de bordo é bastante intuitivo.

Porta-malas do Ecosport tem capacidade de 362 litros, enquanto o de seu rival Renault Duster tem 475 l

Porta-malas do EcoSport tem capacidade de 362 litros, enquanto o de seu rival Renault Duster tem 475 l

Confira a lista de preços do novo Ecosport:

- Ford EcoSport 1.6 S - R$ 53.490
- Ford EcoSport 1.6 SE - R$ 56.490
- Ford EcoSport 1.6 Freestyle - R$ 59.990
- Ford EcoSport 2.0 Freestyle - R$ 62.490
- Ford EcoSport 2.0 Titanium - R$ 70.190

* Viagem feita a convite da marca

LEIA MAIS:

Ford apresenta versão topo de linha do novo EcoSport

Conheça a nova geração do Ford EcoSport

Renault Duster 2.0 4×4 é forte concorrente para os rivais




Copyright © 2014 ZAP.
Todos os direitos reservados. v2.0