home do ZAP Carros | Carros Usados, Novos e Seminovos

Mitsubishi L200 Triton recebe novo câmbio e motor mais potente

Categorias: LANÇAMENTOS, TODAS AS NOTÍCIAS

A Mitsubishi apresentou nesta semana as novidades na linha 2014 da picape L200 Triton, que envolvem motor e câmbio.

Picape traz mudanças no motor e câmbio na linha 2014 (Fotos: Divulgação)

Picape traz mudanças no motor e câmbio na linha 2014 (Fotos: Divulgação)

O novo bloco 3.2, a diesel, passa a ter 180 cv e 38 kgfm, com opção de câmbio automático de cinco marchas (com modo Sport)  e manual. Por fora, a alteração fica com a nova grade, para choque e faróis de neblina. As rodas de liga leve 16″ possuem novo desenho e os retrovisores têm rebatimento elétrico e sinalizadores em led.

A versão flex é equipada com o motor 3.5 V6 com 205 cv e torque de 33,5 kgfm. De acordo com a marca, o tanque também está 20% maior, agora com capacidade para 90 litros. Os bancos ganham um novo design, A L200 Triton HPE vem com os novos bancos em couro, kit multimídia com GPS, rádio, CD, DVD, Bluetooth, além de ar-condicionado automático, direção hidráulica, piloto automático e comandos de áudio integrado ao volante.

A L200 Triton vem com keyless para abertura e fechamento das portas, botão one touch para acionamento dos vidros elétricos, travamento central das portas e travamento automático das portas por velocidade.

Segundo a fabricante, o conjunto de suspensão tem o sistema SDS (Sport Dynamic Suspension), que reduz o movimento da carroceria e deixa o veículo ainda mais estável, tanto no asfalto como no uso off-road. A picape conta também com o LSD Hybrid no diferencial traseiro, que permite a transposição de obstáculos severos, já que transfere automaticamente a tração para a roda que necessita de mais força.

Confira os preços de todas as versões:

L200 Triton HPE 3.2 Diesel A/T - R$ 126.990

L200 Triton HPE 3.2 Diesel M/T - R$ 116.990

L200 Triton HPE 3.5 Flex A/T - R$ 103.990

L200 Triton Savana - R$ 116.990

L200 Triton 3.2 Diesel GLS - R$ 99.990

L200 Triton 3.2 Diesel GLX - R$ 91.990

L200 Triton 2.4 Flex HLS - R$ 76.990

L200 Triton GL - Sob consulta, venda direta.

LEIA MAIS:

Procurando uma picape? Veja qual dos seis modelos avaliados leva a melhor neste comparativo

Volkswagen apresenta nova Saveiro por R$ 33.490

Categorias: LANÇAMENTOS, TESTES E AVALIAÇÕES, TODAS AS NOTÍCIAS, Volkswagen

Nova Saveiro parte de R$ 33.490 (Fotos: Divulgação)

Nova Saveiro parte de R$ 33.490 (Fotos: Divulgação)

Volkswagen Saveiro completou 30 anos em 2012, ano em que a marca vendeu 66.436 unidades da picape, de acordo com a Fenbrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Para aumentar a competitividade com a Fiat Strada e Chevrolet Montana, o modelo da marca alemã faz mudanças no visual da linha 2014 e oferece novos itens de série.

O preço sofreu um pequeno reajuste, passando de R$ 33.340 para R$ 33.490, na versão de entrada. As alterações externas não foram muito drásticas, mas podem ser observadas no desenho do novo capô e nas grades e para-choque dianteiros.

Versão Cross é a topo de linha e só está disponível com cabine estendida. Esta configuração parte de RE 48.990

Versão Cross é a topo de linha e só está disponível com cabine estendida. Esta configuração parte de R$ 48.990

A versão de entrada (oferecida com cabine simples ou estendida) é equipada com novos faróis de moldura escurecida. O para-choque dianteiro é pintado em preto para oferecer uma imagem de um carro mais robusto.

O pacote Trend adiciona à configuração de entrada faróis de parábola dupla, com moldura escurecida e para-choque na mesma cor da carroceria. A versão Trooper, somente disponível em cabine estendida (assim como a Cross, que é topo de linha), tem para-choque na mesma tonalidade do veículo, mas a pintura inferior é preta.

Saveiro Cross tem faróis auxiliares de dupla ação (neblina e milha)

Saveiro Cross tem faróis auxiliares de dupla ação (neblina e milha)

A opção Cross ganhou novo aplique central no para-choque e acrescentou grandes faróis auxiliares de dupla função (neblina e longo alcance). A grade do radiador é do estilo colmeia, para reforçar o visual aventureiro da picape.

A picape ganhou arquitetura eletrônica mais moderna, que controla as funções de conveniência e segurança do veículo, como o detector de colisões. Caso haja algum acidente, o equipamento ativa as luzes de alerta automaticamente e destrava as portas.

Versão com cabine simples tem 4,49 metros de comprimento, 1,70 m de largura, 1,49 m de altura e 2,75 m de entre-eixos

Versão com cabine simples tem 4,49 metros de comprimento, 1,70 m de largura, 1,49 m de altura e 2,75 m de entre-eixos

Assim como no Gol, o ECO Confort está presente na nova Saveiro. O novo item dá dicas para o motorista guiar de maneira mais econômica. O rádio também é o mesmo que equipa o hatch e o Voyage, com sistema bluetooth e entrada USB e auxiliar.

Apesar das alterações no visual, o trem de força não mudou. O motor continua o mesmo 1.6 l flex, de 104 cv e torque de 15,6 kgfm a 2.500 rpm, quando abastecido com etanol. Todas as versões são equipadas com câmbio manual de cinco marchas.

Como itens de série, a picape passa a oferecer, desde a versão de entrada, tampa da caçamba com amortecimento, travas elétricas e contra giros. A opção mais barata é equipada com regulagem de altura do banco do motorista e vidros e retrovisores elétricos. Com o pacote Trend, a lista de equipamentos evolui com o apoio da direção hidráulica e chave canivete, além de retrovisores, maçanetas e frisos laterais na cor do veículo.

Picape utiliza mesma plataforma do VW Gol e Voyage

Picape utiliza mesma plataforma do VW Gol e Voyage

A configuração Trooper, que é a intermediária, oferece direção hidráulica como item de série, assim como air bags, freios ABS, rodas de liga-leve, sistema de som I-System, entre outros. Já a versão topo de linha adiciona ar-condicionado, luzes de direção incorporadas aos retrovisores, sensor traseiro de estacionamento, alarme, pedais de alumínio e coluna de direção com ajuste de altura e profundidade.

A maior rival no segmento, a Fiat Strada, deve acirrar a concorrência com a Saveiro muito em breve. A picape que é líder da categoria está se preparando para apresentar ao mercado a versão com três portas.

Picape oferece tampa da caçamba com amortecimento desde a versão de entrada

Picape oferece tampa da caçamba com amortecimento desde a versão de entrada

IMPRESSÕES- Aceleramos a Saveiro em um trecho de aproximadamente 140 km. Dirigimos a versão de entrada com acabamento Trend em metade do percurso e,  na outra parte, tivemos a oportunidade de conduzir a configuração Cross.

Como ambas são equipadas com a mesma motorização, não houve diferença na dirigibilidade. O propulsor reage bem em trechos de ultrapassagens, assim como em percursos de terra molhada. O trem de força se prontifica a trabalhar em cada acelerada e se esforça para utilizar todo o seu torque; aos 100 km/h, a rotação ficou na casa dos 3.200 rpm.

Ar-condicionado é item de série somente na versão topo de linha

Ar-condicionado é item de série somente na versão topo de linha

O câmbio tem engates precisos e a suspensão demonstrou estar bem ajustada. Em trechos de terra esburacada, ela absorveu bem o impacto e não transferiu o tranco aos passageiros. Mesmo em velocidade acima dos 100 km/h, a picape se mostrou estável e não apresentou rolagem na carroceria.

O acabamento merece destaque pelo cuidado no material escolhido, de toque agradável e sem rebarbas. O espaço interno é bom tanto para o motorista quanto o passageiro. As versões de cabine estendida oferecem compartimento espaçoso atrás dos bancos, sendo possível colocar itens como uma mala pequena. O condutor encontra facilmente uma boa posição para dirigir, principalmente na opção Cross, que tem banco com ajuste de altura.

* Viagem feito a convite da marca

LEIA MAIS:

Fiat Strada ganha série especial Mangalarga Marchador

Chevrolet Montana ganha da Fiat Strada em duelo de picapes pequenas

Fiat Strada ganha série especial Mangalarga Marchador

Categorias: LANÇAMENTOS, TODAS AS NOTÍCIAS

A picape Fiat Strada ganha em sua gama a série especial Mangalarga Marchador nas versões Trekking 1.6 16V cabine estendida (R$ 46.550) e a Adventure 1.8 16V cabine dupla (R$ 59.440). Em parceria inédita com a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM), o público-alvo para esta série, de acordo com a marca, inclui os associados desta entidade, criadores, cavaleiros, apreciadores da raça e o produtor rural.

A série especial traz rodas de liga leve com pintura exclusiva, rádio com leitura de CD e MP3, faróis biparábola com moldura e canhões negros, volante em couro com comandos do rádio (6 botões) e retrovisores externos elétricos. A série ainda é identificada por um adesivo trazendo o logotipo Mangalarga Marchador no para-lama traseiro, nos sobretapetes e na soleira das portas. Os bancos dianteiros também possuem o símbolo bordado (na versão Adventure os bancos são em couro).

Fiat Strada ganha versão especial (Foto: Divulgação)

Fiat Strada ganha versão especial (Foto: Divulgação)

A série especial Mangalarga Marchador na versão Adventure cabine dupla traz ainda o diferencial blocante Locker, teto-solar e capota marítima. Já a versão Trekking cabine estendida ganha também janela traseira corrediça e ar condicionado (itens de série na Adventure).

Também fazem parte do modelo: air bag duplo, freios ABS, direção hidráulica, travas e vidros elétricos, pneus de uso misto e suspensão elevada.

LEIA MAIS:

Nissan Frontier ganha série especial 10 anos, que parte de R$ 95.990

Categorias: LANÇAMENTOS, Nissan, TESTES E AVALIAÇÕES, TODAS AS NOTÍCIAS
Chega às lojas este mês a versão especial de 10 anos da picape Nissan Frontier. A novidade traz um design diferenciado e mais equipamentos de série. São duas versões de acabamento: a SV Attack (com trações 4×2 e 4×4) e a SL AT (4×4), que custam R$ 95.990, R$ 104.190 e R$ 124.990, respectivamente.
Nissan Frontier ganha versão especial em comemoração aos seus anos de mercado (Foto: Divulgação)

Nissan Frontier ganha versão especial em comemoração aos seus anos de mercado (Foto: Divulgação)

Na dianteira, o modelo recebeu novos design do para-choque, dos faróis de neblina e da grade. As rodas de liga leve também foram repaginadas. Outros detalhes são os frisos na cor da carroceria, as lanternas com máscara negra e a logomarca de “10 anos” na carroceria. Por dentro, painel e equipamentos foram redesenhados e os bancos de couro também ganharam o logo “Frontier”.
A lista de itens de série acrescenta ar-condicionado de duas zonas (na versão topo), direção hidráulica com ajuste de altura e a chave presencial inteligente I-Key (também só na versão mais cara). A SL 4×4 AT tem ainda câmera de ré com visualização no console central (no sistema multimídia, com rádio, MP3, entrada auxiliar) e piloto automático no volante e controle eletrônico de estabilidade. Air bag e freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) são equipamentos que saem de fábrica desde a versão de entrada.
A picape ganhou logo da versão comemorativa, que fica na tampa traseira

A picape ganhou logo da versão comemorativa, que fica na tampa traseira

A linha Nissan Frontier é equipada com o motor 2.5 16V turbodiesel. As opções com tração integral são programadas para gerar potência de 190 cv a 3.600 rpm com torque máximo de 45,8 kgfm a 2 mil rpm, enquanto as 4×2 entregam 163 cv a 3.600 rpm a 41,09 kgfm a 2 mil rpm.
Avaliamos a configuração SV Attack 4×4 e, assim como a opção SE Attack 4×4 também já testada por ZAP Carros, o motor 2.5 turbo diesel de 190 cv é seu principal destaque. Robusto e com força (45,8 kgfm) para dar e vender, não há desafio que não seja superado. Em baixa rotação já encontramos o trem de força trabalhando a todo vapor, perto dos 2 mil rpm. Em desempenho, ele pode comemorar.
A versão dos “10 anos”, como já dito acima, traz apenas uma leve plástica no visual e ganho de alguns itens (na opção SV Attack 4×4, por exemplo, os equipamentos mais interessantes não fazem parte de sua realidade, como banco de couro e câmera de ré). O câmbio continua o mesmo de antes, manual de seis marchas e desafiador de paciência, pois os engates são feitos de maneira bruta e grosseira. Para conseguir a ré, é preciso força no muque. Quem sabe para o próximo aniversário, o equipamento receba melhorias, assim como a suspensão que sacode bastante os passageiros e o isolamento acústico que traz com intensidade o barulho do motor a diesel. Por outro lado, o espaço interno e a ergonomia são pontos positivos.
LEIA MAIS:

Entenda as funções dos ângulos dos 4×4

Veja dicas para escolher um carro novo

Categorias: TODAS AS NOTÍCIAS, colunistas

Escolher um carro zero não é uma tarefa fácil, o mercado oferece uma variedade muito grande de modelos com os mais variados motores e câmbios, antes de fazer a escolha o comprador  deve começar identificando suas necessidades básicas como quantidade de lugares, tipo de uso, urbano ou estrada, e volume necessário para carregar seus utensílios do dia a dia.

Fique por dentro de outras novidades! Acesse a nossa página no facebook: https://www.facebook.com/zapcarros

(Foto: Ernesto Rodrigues/arquivo AE)

(Foto: Ernesto Rodrigues/arquivo AE)

Vamos começar falando dos motoristas que vivem na estrada. Para esses casos, o importante é ter um carro potente, com motor no mínimo 1.4 para poder subir serras e fazer ultrapassagens com segurança, se você puder optar por um carro médio, minha sugestão seria um carro com motor 16 válvulas que responde melhor as solicitações de retomada em altas rotações.

Itens de segurança, como sistema ABS nos freios e air bags, podem custar um pouco mais na compra, mas ainda sim valem cada centavo, pergunte para quem já passou vários meses dentro de um hospital. Para fechar a escolha, se você possui uma conta bancária favorável, procure adquirir um carro alto, como as SUVs e picapes. Eu explico, na estrada o tempo de reação é menor, devido as altas velocidades você tem segundos para identificar uma situação de risco e tomar a decisão, por isso ter um carro alto facilita a visão e permite uma ação antecipada.

Agora para você, que como eu, passa o dia neste trânsito caótico de uma grande cidade como o de São Paulo, a melhor escolha seria optar pelo conforto, um carro automático com ar-condicionado e direção-hidráulica ou elétrica fará de você um homem ou uma mulher disposto ou disposta para assumir algum compromisso noturno. Quanto ao motor, entendo que para uso urbano o motor com 8 válvulas seria mais indicado, pois possui mais força em baixas rotações.

Desculpe se estou oferecendo algo que seu bolso não pode pagar, mas tem muita gente que vive pensando no consumo de combustível, e esquece que ter disposição e bom humor no final do dia é bem melhor que dez reais a mais no bolso.

Antes de assinar o cheque procure saber quanto custa a manutenção depois do término da garantia,  alguns carros fabricados do outro lado do oceano Atlântico têm preços abusivos de peças e serviços, o que invariavelmente está ligado a uma desvalorização  maior do seu patrimônio.

A minha última dica é para as pessoas da melhor idade: realize seus sonhos enquanto você pode e tem prazer em dirigir, compre aquele carrão que o fará inventar um lugar para ir no domingo, aquele carro que vai lhe dar prazer só de saber que ele está na sua garagem. Como disse um grande escultor, não me lembro de ter visto nenhum funeral seguido por um carro forte.

*É engenheiro mecânico e colunista do ZAP Carro

LEIA MAIS:

Conheça os cuidados para fazer o seguro de seu carro





Copyright © 2014 ZAP.
Todos os direitos reservados. v2.0